Inspirações para um home office

Quando eu era menor, via em muitos filmes que várias casas tinham um escritório e eu também queria um. O espaço, na maioria das vezes, era do pai e lá ele resolvia coisas da empresa em que trabalhava. Os escritórios eram sempre organizados e com um jeitinho bem riqueza. O meu avô tinha um, mas bem diferente dos mostrados no cinema.

Meu avô morava em uma casa bem grande e branca com a minha avó. No quintal tinha um quarto com algumas coisas como produtos de limpeza e tábua de passar roupa, mas também estantes com vários livros e uma mesinha. Meu avô fez faculdade de Direito, mas estudou até o fim de sua vida atual.

Muitos livros eram bem antigos, outros revestidos com capa dura… mas a minha parte favorita era a mesinha. Uma mesa simples de madeira com um tampo de vidro e, embaixo, vários papeizinhos importantes para ele. Não faltava calendário, canetas, lupa, régua, borracha, lápis, gavetas cheias de documentos, um chaveiro de elefante com uma pérola dentro (adivinha quem perdi a pérola) e outras coisas, mas a estrela era nada mais nada menos que… uma máquina de escrever!

Lembro de passar horas vendo meu avô datilografar, lembro de vários momentos em que eu sentei na cadeira e fiquei escrevendo coisas aleatórias. Achava tudo tão mágico e parecia que as palavras que saiam de lá eram mais importantes que qualquer outra… talvez fosse pela melodia das teclas ao serem tocadas. Não sei. Sei que tenho memórias maravilhosas sobre esse tempo e que o escritório do meu avô era extremamente funcional para ele, já que tudo correspondia aos seus desejos e utilidades.

Hoje em dia muita gente chama escritório de home office e ele tem se tornado cada vez mais popular, principalmente pelo crescimento de pessoas que estão trabalhando parcial ou integralmente em casa.

Estou pensando seriamente em organizar melhor o espaço que tenho no meu quarto e criar um escritório/home office nele. Tenho pesquisado algumas inspirações e gosto de vários elementos que encontrei.

Home office 4

Paredes claras são melhores para não desviar a atenção do que realmente deve ser feito e é legal ter alguns recados ou quadros com frases encorajadoras e fofas para ajudar nessa vida muitas vezes dificilzinha. Amo a combinação de cores neutras com tons pasteis e fico em uma dúvida eterna entre qual dos dois estilos gosto mais.

Home office 3

Colocar alguns pontos com cores mais fortes faz com que a apatia do ambiente, se for todo em cores claras, seja quebrada e acaba dando um ânimo a mais para estudar ou trabalhar.

Home office 2

Fotos! ♥ Fotos deixam tudo mais aconchegante e fofo, não é? Ver os rostos das pessoas que são importantes na nossa vida e alguns momentos especiais… tudo fica mais bonito e fácil.

Home office 1

Gosto da ideia de usar portas e cavaletes para criar a mesa porque uma mesa, na maioria das vezes, não é barata, então poder usar coisas baratas e/ou reciclar o que se tem em casa é maravilhoso. Dá para se fazer muita coisa bonita gastando pouco, é só ter criatividade e se esforçar um pouquinho. Dá para ver muitas inspirações em lugares como o Pinterest.

Home office 5

O lugar vai ser, acima de tudo, para estudo e trabalho, então é melhor deixar ele bem livre e guardar nas gavetas as coisas que são menos usadas, liberando espaço na mesa e deixando-a mais organizada.

Sei que quero colocar um pouco das minhas lembranças no escritório com meu avô. Gosto de imaginar um lugar em que ele se sentiria bem, mesmo que não do jeito que eu me sentia no dele.

E então, vamos reservar um lugarzinho da casa e criar um home office? Lembre de deixá-lo funcional e com a sua cara. Você precisa se reconhecer no ambiente e ver que ele realmente ajuda na sua produtividade. 

Parede de lousa

Há um certo tempo a parede de lousa vem ocupando espaço na área de decoração. Além de tornar o ambiente mais aconchegante e informal, ela permite que a parede seja usada de forma funcional, já que dá para escrever qualquer coisa nela.

É algo simples e que dá para fazer em qualquer parede, como mostra o Follow the Colours. Se não quiser usar tinta, dá para fazer com papel contato, como ensina a Teoria Criativa. Ainda existe adesivo já pronto. As duas cores mais usadas são o preto e o verde – é indicado que a cor seja escura para facilitar a visibilidade do que foi escrito, mas a escolha é do cliente, claro.Ninguém manda em ninguém.

Apartamento 33

A parede já acaba sendo uma decoração por conta do contraste com as outras, mas o que ela vai receber acaba adornando ainda mais o ambiente. Ela pode servir de calendário, escrever receitas, espaço para desenhar ou jogar, mural de fotos ou recadinhos, planejador de tarefas… acho que fica bem principalmente na cozinha, home office e sala. São muitas as possibilidades de customização e utilização da parede. É usada principalmente em paredes, mas pode ser em objetos como armário, bandeja, caderno, espelho, jarro, luminária, quadro e outros.

Tu Organizas

Follow the Colours

Dele e Dela

Eu queria que a minha casa da infância tivesse uma parede assim, aí eu não teria riscado as paredes brancas. Ou não.

A arte do design escandinavo

Recentemente conheci o Tudo Orna e vi todos os posts do blog, todos os vídeos do Youtube e as fotos do Instagram. As meninas são três irmãs curitibanas que fazem um trabalho incrível. BárbaraDébora e Júlia são criadoras/donas do Tudo Orna e da Orna, loja on-line em que vendem algumas peças criadas por elas, como a maravilhosa bolsa Juvevê.

Débora vai casar e, juntamente ao noivo, criou um Instagram para postar a reforma do apartamento. Eu amo o estilo de tudo o que eles colocam ali, mas não sabia que esse estilo é uma mistura do design escandinavo e industrial. Quero copiar tudo! Desde então venho pesquisando sobre os dois estilos e me identificando cada vez mais. A voz que me diz para fazer Design de Interiores falou mais alto, mas tenho várias vozes assim e isso será uma conversa futura. Em um próximo post falarei sobre o design industrial.

Apartamento 33

Apartamento 33 - 2

Design escandinavo

Adivinha o motivo desse nome! Sim, é o tipo de design característico que ficou famoso a partir década de 50 na Dinamarca, Finlândia, Noruega e Suécia – os famosos países nórdicos. O estilo surgiu ainda no século XIX devido à produção industrial: o cenário de tradições artesanais de diversos países estava diminuindo por conta da produção em massa que surgiu com a industrialização, então os países escandinavos (o primeiro foi a Suécia) optaram por desenvolver produtos modernos, mas que ainda correspondessem à qualidade característica da região.

AD - Escandinavo

AD - Escandinavo 2

A fama cresceu na década de 50, pois o mundo pós II Guerra Mundial necessitava de projetos economicamente compensatórios e o design escandinavo, devido ao seu jeito sem firulas e minimalista, permitiu que a produção em massa fosse realizada sem gastar muito. A partir de então, nomes como Arne Jacobsen, Eero Saarinen, Hans Wegner, Nanna Ditzel e tantos outros tornaram-se extremamente importantes no mundo do design.

AD - Escandinavo 5

AD - Escandinavo 4

As principais características de tal estilo são elegância, funcionalidade, simplicidade e um toque de revolução ao ambiente. O estilo é assimilado com o clássico, limpo e minimalista, utilizando principalmente cores neutras (branco, cinza, marrom e preto), madeira, sustentabilidade e outros. É uma tendência ainda maior nos últimos anos e promete ainda mais, aparecendo, inclusive, em todo o ambiente ao invés de apenas em ou outro elemento.