As luzes de Natal

Um dia desses, andando de carro à noite por uma longa avenida, vi alguns lugares com luzes de Natal. Quis tirar foto, mas o trânsito tava super tranquilo e o carro só parava mesmo no sinal. Tirei uma foto em movimento e esse foi o resultado:

20161202_194931-01

Não era o que eu queria, mas não tinha como sair “perfeitinha” com o carro andando. Acabei gostando da foto… achei uma coisa meio alienígena, meio Pandora (planetinha do filme Avatar), meio animais marinhos.

O que aconteceu depois dessa foto? Deu a doida em mim e saí tirando várias fotos, mas mexendo bem muito o celular para que as luzes saíssem com esse efeito contínuo, meio light painting da zoeira.

20161202_221620-0120161202_195259-0120161202_195305-0120161202_195251-0120161202_195255-01

Acho que não gostaram muito das fotos porque os meus pais e o boy não comentaram nadica de nada, então entendo isso como um “nossa, menina, deixa de ser estranha”.

Sei lá o motivo, mas gostei das fotos. Gostei mais ainda quando editei rapidinho pelo celular, aumentei a área escura e clareei as luzes, deixando toda a atenção nelas. É bom quando a gente tentar fazer algo de uma maneira mais convencional, mas aí acontece de outro jeito e a gente acaba vendo que certas coisas não precisam ter regras e é isso que eu gosto na fotografia. Existem regras? Sim e elas ensinam muito, mas acredito que elas também podem limitar muito o olhar e até deixar as coisas mais “frias”.

Eu tenho uma tendência a gostar muito das fotos que são perfeitamente enquadradas e mimimi do “tudo parece feito com régua”, mas também é bom se libertar dessas coisas e tirar as fotos de uma maneira despretensiosa… muitas vezes elas falam mais do que qualquer coisa. O sentido é: pode sair uma merda? Pode sim, mas é bom mudar um pouco e lembrando que merda pode ser adubo.

Post completamente aleatório porque não tenho o que postar e achei legal ser a gótica do Natal. Super valorizei as fotos? Não sei. Talvez. Acho que não. Eu gostei de ver as luzes de fim de ano assim 🙂

Aleatórias n. 1

Eu tenho muitas fotos no celular e computador. Fotos completamente aleatórias tiradas de celular e câmeras. Decidi postar umas de vez em quando porque são fotos que, por algum motivo, eu gosto e não quero que elas fiquem pegando mofo e nunca sejam usadas.

l0mydxh3ificmlepw

Deve tá tirando foto de alguma besteira

A maioria já estava editada pelo celular, então vou mexer de novo só em algumas. Quero deixar elas o mais parecido possível de como as deixei antes. Não quero me importar tanto com elas e ver defeito em tudo.

De certa forma vou mostrar um pouco de mim porque vai ter uma misturinha do meu cotidiano, meus gostos, meu olhar, minhas saudades… vai ser uma maneira de deixar registrado pedaços meus que eu guardava. Ai, que poética.

Processed with VSCOcam with f2 preset20160829_170638-01120150629_104702-01120151229_172249dsc02179

  1. Um pedaço do jardim da minha casa (dos meus pais, na verdade). Um pedaço da vista que a gente tem do terraço.
  2. Do dia em que vi um flamingo no céu.
  3. Molho de tomate com legumes assados. Amor.
  4. Da casa do namorado. Achei poético.
  5. Anuska, a nossa cadela que foi para o céu dos animais no fim de outubro. É triste saber que não vou ter mais novas lembranças dela, que essa é só mais uma das agora limitadas fotos dela… ela faz muita falta. Ela foi muito boa para a minha família.

Eu não tenho ideia de quantas fotos assim ainda vou postar, mas pode ser que depois eu use fotos atuais, fazendo um resumo da semana ou do mês… vamos ver.