A casa tá cheia

A minha família cresceu. Em 2001 ganhamos (eu, meu irmão e os nossos pais) da vida maravilhosa (risos) um bóxer tigrado e eu, muito mandona, coloquei nele o nome Argos. Em 2002, outro presente: uma bóxer dourada chamada Anuska – sim, também escolhi o nome. Por muitos anos eles foram a alegria da casa – mesmo (e principalmente) se fizessem a maior confusão. Em maio do ano passado, em 2015, Argos morreu e deixou a nossa família com saudades.

Anuska ficou sozinha, mas, no início do ano, ganhamos mais três amores: Peppe, Bean e Luna. Eu nunca fui muito fã de gatos, até que meu namorado adotou uma que era tão fofa que derreteu o meu coração me fez querer gatos. Como moro em uma casa, aqui aparecem muitos gatos dos vizinhos e, inclusive, gatos recém-nascidos. Comecei a pedir aos meus pais que a gente adotasse algum gato, sendo filhote ou já crescido. Entre o ano novo e os primeiros dias do ano, duas gatas ficaram aqui em casa por alguns dias – uma estava sozinha em casa e só queria ficar aqui e outra fugiu quando iria ao veterinário. Depois elas voltaram para as suas casas e, de repente, um gato aparece! Peppe, nome que eu também dei, foi rejeitado e acabava dormindo no terraço da minha casa e, um dia, meus pais abriram a porta e ele decidiu ficar. Isso foi há um mês e meio. Dois dias depois, meus pais foram em um dos mercados públicos do Recife e trouxeram dois gatos com cerca de um mês. É comum abandonarem gatos lá e, por sinal, nesse dia tinham vários.

Anuska já posou como uma french girl para mim milhares de vezes, mas escolhi duas mais recentes porque agora ela está assim: sem conseguir andar, então fica sempre deitada em casa e, de vez em quando, fica um pouco no jardim.

Anuska

Anuska

Esse é Peppe. Dorme muito, come muito, não gosta de braço e leva susto com tudo. O veterinário disse que ele tem mais ou menos um ano. Aos poucos, tem ficado mais carinhoso.

Peppe

Bean e Luna no dia em que chegaram aqui, com pouco mais de um mês. Bean só queria tomar leite, chorar e dormir, enquanto Luna queria correr por toda a casa. Agora já estão bem agitados e acostumados com todo o movimento da casa.

Bean e Luna

Bean, que saiu quase piscando, adora subir em todos os cantos e dormir. Mesmo sendo mais comilão e dorminhoco, fica bem doido em algumas horas do dia.

20160229_120420-01[1]

Luna, que ama qualquer pano que encontra pelo meio, gosta de ficar no colo e quer fazer amizade com Anuska a qualquer custo e eu não sei se vai dar certo.

Luna

Sim! Só para variar, também coloquei os nomes em Bean e Luna.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s