Bricelet: biscoito em forma de cultura (e fofura)

Existem certas coisas que, por algum motivo, ganham valor quase que imediatamente. Nunca achei que eu pensaria isso de um biscoito, mas penso. Ano passado conheci o bricelet, um biscoitinho bem leve com toque de limão.

O bricelet é feito pelas irmãs beneditinas do Mosteiro de Nossa Senhora do Monte, que fica em Olinda. Feitos desde a década de 60, elas vendem para qualquer pessoa – em Recife têm vários restaurantes que compram o biscoito e usam nas sobremesas. Se quiser comprar é bom entrar em contato antes porque eles são bem disputados.

Alguns países têm biscoitos finos marcados à ferro, então é difícil saber onde tudo começou – e eu nem tô aqui para isso. De qualquer forma, é bonito ver essa cultura sendo preservada.

Eu acho ele tão delicado e maravilhoso que prefiro comer puro mesmo, mas dá muito bem para comer com brigadeiro, creme, doce de leite, frutas, sorvete… é só usar a imaginação.

bricelet-girassolcomlistras

Lindo, né? Eles são duplos e possuem vários desenhos diferentes. Essa minha foto está longe do que ele realmente é… um dia, quem sabe, eu os mostre melhor.

P.s.: Sim, o biscoito é quadrado, mas cortei a foto por motivos de… (suspense)… tirei-a segurando o bricelet e a minha mão ficou feia. Na verdade tirei várias fotos e em todas a mão saiu feia. Vou averiguar. Talvez, só talvez, eu não saiba fotografar mão. Ou nada, em geral. Eita. Talvez isso explique a falta de foco da foto.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s