Detalhes

Sempre gostei de detalhes e deve ser daí que vem a minha vontade de organizar as coisas harmonicamente – menos o meu guarda-roupa. Sempre gostei de pisos e paredes que fogem do óbvio, mesmo que tenham apenas uma cor. São detalhes, mesmo que não tão pequenos assim, que enriquecem qualquer ambiente.

Ando pelos pisos e imagino quantos outros pés já passaram por lá. Ando pelos pisos e imagino o caminho que eles percorrem para chegar até aquele chão. Passo a mão pelas paredes e imagino quantas outras mãos já não fizeram o mesmo – e se elas estavam limpas. Passo a mão pelas paredes e também imagino sua trajetória até ali. É normal pensar em tanta coisa assim?

Imagino, ainda, se as pessoas responsáveis pela fabricação de tais peças, os trabalhadores do dia-a-dia, têm detalhes tão bonitos assim em casa. Muitas vezes não e acredito que uma grande parte não tem uma casa com água, estrutura, fiação, iluminação e tantas outras coisas que são essenciais em uma moradia.

Detalhes clássicos, coloridos, com ou sem desenhos, com ou sem texturas… coisas simples e corriqueiras que podem passar despercebidas. Por mais que embelezem, a beleza da vida não vem dos detalhes palpáveis, mas sim daqueles que conquistamos e não perdemos mais, como os pequenos gestos de carinho que enchem a vida de lindos detalhes.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s